quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

O topo de nossa vida

Precisamos nos
colocar no topo de
nossa vida.

Quando o podium de nossa vida
está uma outra coisa
que não nós mesmo
(trabalho, idéia, etc.),
pessoas
(filho, marido, esposa, etc.),
acontece a baixa estima.

A alto estima é responsável
pela nossa motivação.
E a motivação
por sua vez é responsável
pelo nosso Sucesso.

Não estou falando
de egoísmo.
O egoísmo é um estagio
de inflamação do ego.

Não estou falando
em agressão às pessoas
que nos cercam.
Estou falando de ocuparmos
naturalmente
o podium de nossa vida
em harmonia,
em paz,
desfazendo os exageros,
com calma,
equilibradamente,
tranquilamente,
ouvindo nosso interior.

É necessário evitarmos
as brigas,
não deixe nada,
nem ninguém,
torturar você.

Quando falo nada nem ninguém
estou incluindo
você mesmo,
seus pensamentos torturantes.

É passar o dia sem julgar
nada do que aconteça,
observar tudo e todos.

Pensamentos vem,
e eu não dou força a ele,
observo ao longe,
também não retiro a força,
apenas observo.

É o silêncio interior agindo,
deixando a água ficar
cristalina no lamaçal
que criamos.

Goste de você,
ame você,
faça o melhor por você.

Treine isto todo dia:
como eu posso me
agradar hoje?

Afaste todas as idéias
de impedimento.

Na hora em que
seu amor próprio estiver
restaurado,
tenho certeza que o amor
pelas pessoas,
pelas coisas,
pelo ambiente também
estará.

O fato de colocarmos uma outra
coisa no nosso podium
demonstra um desequilíbrio.

Fique tranquilo,
porque quem se ama,
ama também tudo
ao seu redor.

Não existe desequilíbrio
na natureza,
a não ser
aqueles que criamos.

TEXTO: Vagner Contrucci
* * * * *
Texto enviado aos amigos do Grupo Mensagem de Domingo,
dia 22 de Janeiro de 2.012.

Nenhum comentário: