sábado, 12 de abril de 2014

Tempestades Purificadoras

A vida só é possível
através dos desafios.
A vida só é possível quando
você tem o tempo bom
e o mau tempo,
quando não há prazer e dor.
Quando você tem verão
e Inverno,
dia e noite;
Quando há tristeza,
bem como felicidade,
desconforto no conforto.

Vida passa entre essas
duas polaridades.
Movendo-se entre essas
duas polaridades,
que aprender a equilibrar.
Entre essas duas asas,
você aprende a voar na estrela
mais brilhante.

Nós nascemos para
alcançar o êxtase,
a felicidade é nosso
direito de nascimento.
Mas as pessoas são
tão estúpidas,
até mesmo exigindo seu
direito de nascimento.
Eles estão mais preocupados
com o que outros
têm e começam a correr
depois destas coisas.
Não olhe nunca,
nunca
olhar para suas
próprias casas.

Uma pessoa inteligente vai
começar a busca de
seu eu interior.
Este será o ponto de partida
para sua exploração,
porque se você não sabe
o que está dentro de mim,
como posso ir para procurar
ao redor do mundo?

O mundo é tão vasto.
E que ele
olhou imediatamente
para encontrar
o que eles queriam.
É uma questão
de progresso gradual,
é um fenômeno súbito,
uma iluminação repentina.

O amor é algo mais elevado,
algo maior,
algo que está perdido e você
não pode controlar,
você pode ser
possuído por ele,
mas ele não pode possuir.

Então o ego desaparece,
e quando o amor não tem
nenhum ego,
é a oração.

"A vida deve ser uma
celebração contínua,
um festival de
luzes durante todo o ano."

Só então você
pode desenvolver,
você pode prosperar.

Transforme pequenas
coisas em celebração.
Tudo não deve expressar-se,
você deve ter sua assinatura.
Então a vida se torna uma
celebração contínua.

TEXTO DE: Osho
* * * * *
Texto enviado aos amigos do
"Grupo Mensagem de Domingo"
no dia 13 de Abril 2.014.

sábado, 5 de abril de 2014

Não espere...

Não espere dos outros 
além do que lhe foi 
prometido.
E por via das dúvidas, 
não coloque todas as suas 
fichas em promessas
de quem quer que seja.
Muita gente se decepciona 
demais com o que "imaginou",
e outros tantos, 
esperando pelo que não 
será cumprido.

Se é para 
acreditar em alguém, 
acredite em você primeiro.
E ainda assim, 
vigie-se para não ficar 
apenas nas promessas.

Quantas coisas você 
já se prometeu e não 
cumpriu?
Imagine promessas 
dos outros?

Isso também 
não nos dá o direito 
de julgar ninguém.
Afinal de contas, 
tantas coisas acontecem 
no nosso dia a dia.
E nem sempre podemos 
cumprir o que "desejamos" 
e prometemos.
Trabalhe com menos 
"futuro" e mais "
presente".

O que é que nós 
temos agora?
Um tempo para criar 
uma situação.
Matricular-se 
em uma escola,
candidatar-se a um 
novo emprego,
começar um 
relacionamento novo, 
ou o mesmo de novo,
ir por um novo caminho,
seguir uma nova direção.

Fazer as 
pazes com a vida, 
respeitar-se!
Este momento é tudo 
o que temos, 
tudo o que possuímos.
Por isso, 
não perca tempo com 
reclamações, 
ou lamentações.
Faça algo de bom 
por você.

É assim que 
transformamos o nosso 
tempo em alegrias.
Vivendo melhor a 
cada dia.

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 06 de Abril 2.014.

sábado, 29 de março de 2014

O espelho da vida reflete você

A base que precisamos 
para viver é a nossa 
estabilidade emocional;
é saber se desligar de 
problemas que não nos 
pertencem.
Saber devolver amor para 
quem mais precisa,
ter a palavra certa para 
nós mesmos, 
quando nos perdemos.

Sei que podemos fazer 
muito além do que 
temos feito.
Sei também que as vezes 
nos falta uma visão,
algo que seja um pouco maior 
que a nossa emoção.
E é nesse labirinto que não 
nos encontramos em 
lugar nenhum.

É a incerteza, é a dúvida, 
é o medo, 
é a vontade de parar.
Contra tudo isso, 
é preciso ainda mais 
se amar.

Não bastam palavras. 
Precisa atitude.
Não bastam gestos. 
Precisa ação.
Não bastam amigos. 
É preciso um irmão.
Não bastam sorrisos. 
É preciso alegria.

Por fim, 
não bastam sonhos 
e nem desejos, 
é preciso sair da zona de 
conforto que 
nos habituamos e lutar.

Você quer ser mais feliz?

Lute por isso, 
não desista pelo tamanho 
aparente dos problemas,
o espelho da vida reflete 
exatamente o que você 
deseja ver.

Encare de frente 
e vença o mundo.
Pra você, 
apenas o melhor, 
o tudo!

TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 30 de Março 2.014.

sábado, 22 de março de 2014

Pense no contrário

Pense na alegria de 
ver um desejo realizado,
quando a dor da derrota te 
empurrar para o desânimo.
 
Pense na doçura 
de um beijo apaixonado e 
por muito tempo esperado,
quando a desilusão de um 
relacionamento recém 
terminado doer demais.
 
Pense num abraço de 
pai ou de mãe, 
daqueles bem apertados,
quando a solidão te chamar 
pelo nome cheia de intimidade.
 
Pense no melhor 
emprego com um 
belo salário,
quando sem emprego 
o desespero bater 
na sua porta.
 
Pense na comemoração 
por ter passado em 
uma prova,
quando seu nome não 
constar naquela lista 
de resultados.
 
Pense no seu prato favorito, 
quente e convidativo,
quando a fome apertar 
no meio do nada.
 
Pensar no contrário 
da situação no exato momento 
em que passamos 
pelo reverso,
nos empurra para uma 
"revolta interior" 
que pode transformar 
qualquer situação negativa, 
em força positiva.
 
É assim que descobrimos 
vencedores onde ninguém 
esperava nada. 
É assim que recordes 
são quebrados.
É assim que a palavra 
impossível vai perdendo 
o sentido.
 
Por isso, 
não se acomode 
diante do não,
nem se acostume com 
a dor e a desilusão.
 
Pense no contrário e aja 
com forças renovadas.
Levante da cama e caminhe, 
ainda que seja 
em cadeiras de rodas,
ou muletas antigas que 
mal suportam o seu peso.
 
Ainda assim, 
algo dentro de você vai 
te empurrar para a 
vitória.
 
E se acreditar que a 
sua cruz é muito pesada,
pense em Jesus 
e em todas aquelas 
chibatadas.
 
Assim vai perceber que 
sua cruz é tão leve, 
que não há motivos 
para não vencer.
 
A vida sempre te espera 
de braços abertos.
 
TEXTO: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia  23 de Março 2.014.

sábado, 15 de março de 2014

Aceitar as pessoas...

Aceitar as pessoas 
como elas realmente são, 
não é fácil.

Afinal de contas, 
tem dias que 
não suportamos nem 
a nós mesmos.

Imagine encarar 
os outros com os 
"defeitos" 
que nós imaginamos?

Por isso, 
gratidão é uma forma 
de desapegar-se 
dos conceitos,
e principalmente do 
"pré-conceito" 
que leva ao erro.

No fim das contas, 
vamos descobrir que 
tudo começa com a 
boa vontade,
passa pelo desejo 
de compartilhar e 
sem nenhum favor,
descobrimos que tudo 
que é bom, 
é uma forma generosa 
de amor.

Por isso, 
ao reconhecer algo 
de bom em alguém, 
diga!

Ao ver os erros e 
defeitinhos, 
não parta para 
a briga.
Releve, espere, 
confie.

Todo mundo 
aprende um dia, 
pelo amor 
ou pela dor.

Que não seja a 
sua língua, 
instrumento de terror,
mas o seu gesto de ternura, 
um abraço acalentador.

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 16 de Março 2.014.

sábado, 8 de março de 2014

As estradas e as distâncias...

Assim como uma estrada, 
a vida em que vivemos 
também apresenta curvas, 
atalhos, pontes, 
trechos difíceis de atravessar, 
partes serenas e prazerosas.

Também existem em nosso 
caminho o que poderíamos 
comparar aos postos 
de serviços.

Pessoas que nos ajudam nos 
momentos de dificuldades 
nessa estrada.

Pessoas que abastecem 
nosso coração com a força 
que nos leva adiante.

Pessoas que estabelecem 
conosco a troca que 
nos equilibra.

Cada vez que precisamos 
dar uma paradinha, 
percebemos que 
já caminhamos muito.

Que pessoas importantes, 
aquelas que cativaram 
verdadeiramente nosso coração, 
ficaram para trás.

Algumas estão 
geograficamente tão 
distantes, 
que não vislumbramos 
a menor possibilidade 
em revê-las. 
Somente em nossa 
lembrança.

Pessoas que passaram 
por essa nossa estrada 
e deixaram um pouco do 
que elas são, 
nos transformando e levando 
um pouco do que nós somos, 
sendo transformadas também.

Pessoas que, 
num breve fechar de olhos, 
podemos enxergar o brilho 
autêntico de 
seus próprios olhos.

Notamos também, 
que nos distanciamos muito 
de lugares que marcaram 
bons momentos 
de nossa caminhada 
pela vida.

Lugares que ficaram, 
com o som, 
a luz, o calor, 
o cheiro e com a fantasia 
de um passado eternamente 
vivo em nossas lembranças.

A estrada continua...

Muito temos ainda a caminhar. 
Muito temos a desfrutar da 
beleza que é viver.

Muito temos a saborear 
das delícias em ousar 
e conhecer.

Olhemos agora para os lados. 
Não estamos sozinhos. 
Muitas pessoas, 
também especiais, 
estendem suas mãos para que 
caminhemos juntos até 
um cruzamento que as leve 
em outra direção 
que as estradas da vida 
costumam nos levar.

Aceitemos os desafios! 
Vamos juntos até onde 
a vida nos levar.

Afinal, 
esse poderá ser um 
rico momento guardado 
em nossas lembranças, 
quando estivermos muito 
distantes, 
quem sabe numa 
próxima parada.

TEXTO: Não encontramos fonte
ou autoria deste texto em nossos arquivos
e na internet.
Caso saiba e queira nos ajudar,
fineza nos informar através do e-mail
mensagem@toninholima.com.br,
para darmos os créditos merecidos a
quem o escreveu.
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 09 de Março de 2.014.

sábado, 1 de março de 2014

Flores Imperfeitas

Como amar essas flores tão 
desiguais a nós?

Ah, não inferiores, 
menos belas 
ou menos interessantes, 
mas desiguais mesmo.

Essas que dizemos branco 
e nos respondem preto, 
dizemos direita e nos 
mostram a esquerda, 
se melindram por qualquer 
coisinha a um ponto 
que nos parece impossível 
achar um lugar, 
mesmo apertadinho, 
dentro do nosso coração.

Talvez seja possível olhando 
para nosso interior, 
tirando a máscara, 
lavando o rosto 
e reconhecendo nossas 
próprias imperfeições, 
que tanto tememos 
encontrar nos outros.

O que nos assusta 
nos outros não é o fato 
de serem que são, 
mas de nos 
mostrarem quem 
somos.

É o mesmo quando 
achamos todos os defeitos 
de educação nos filhos 
dos outros e fechamos 
os olhos dentro da nossa 
própria casa.

Ou quando achamos soluções 
e somos bons conselheiros 
para os outros, 
mas nossas gavetas 
continuam 
cheias de coisas das 
quais não conseguimos 
nos livrar.

A honestidade de cada 
um de nós deveria ser 
vista primeiro e antes 
de todas as coisas diante 
do nosso espelho, 
num dia bem claro, 
onde todas as marcas 
são visíveis, 
todos os detalhes, 
perceptíveis.

Se somos capazes 
de nos amar apesar de tudo, 
somos capazes de amar 
os outros apesar de tudo.

As pessoas são quem são, 
elas possuem belezas 
que nem sempre mostram, 
dores que nunca percebemos, 
segredos ou temores 
escondidos no mais 
profundo da alma 
e defeitos que podem ser 
vistos e compreendidos... 
exatamente como nós!!!

Nós, 
que buscamos compreensão, 
atenção, tolerância, 
perdões e o amor dos outros, 
somos, no fim das contas, 
flores imperfeitas como 
tantas outras.

Mas mesmo as flores 
imperfeitas merecem 
seu dia de sol na terra, 
porque são imperfeitas, 
mas são e serão 
eternamente flores.

TEXTO: Letícia Thompson
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 02 de Março de 2.014.